suco de cazuza


SEREIA NEUROSE GATILHO
janeiro 9, 2008, 3:01 am
Filed under: milcoisasbichaux

Na epoca das navegaçoes, quando piratas eram doces barbaros bailando sobre as espumas de agua dos mares do norte -a neurose se travestia de mitologia -conta uma historia o navegador Zatanar:

“Quando era pequeno e morava num pequeno vilarejo no litoral gelido da Dinarmarca, lembro do dia exato em que vi o primeiro barril de polvora. Tinha um cheiro diferente. Acho que era cheiro de polvora.
Estava enterrado na areia, rodeado pelos passantes que transitavam pela pequena prainha, onde meu tio havia esculpido no gelo um belo zaratuna , o baiacu escandinavo.
Rapidamente, ouvimos galopes de cavalo. Era Azurel, o ferreiro da cidade.
Escoltado por seus filhos, reclamava aos berros daquele barril empoeirado.
Assim que desceu de seu cavalo, degolou o caixeiro-viajante que trouxera a novidade e atirou ao mar toda a polvora.
Com as maos sujas de sangue, suas polegadas fixadas no barril comecaram a revolver as aguas calmas da baia.
Surge entao, algo novo – novo como a polvora – uma SEREIA BELICA, atirando com seu rabo em forma de gatilho, alvejando quem sua escama prateada mirava.

A MODERNIDADE NOS MATOU.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: